Estreia do filme “Belo Monte, anúncio de uma guerra”!

Hoje no último dia de ocupação do Ocupas +Xingu | Ocupa +Rios, uma programação bem bacana!

Confira:

17:00 – Danças circulares

18:30 – Estréia do Filme “Belo Monte, anúncio de uma guerra” – um filme financiado pelo público. Com debate com um dos produtores do documentário.

21:00 – Carimbó

A ocupação acontece na Praça Barão do Rio Branco, em frente à Igreja da Trindade, no bairro da Campina, em Belém.

Participe!

Image

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Ocupas +Xingu | Ocupa +Rios!

Aconteceu durante os dias 13 a 17 de junho o Xingu+23 – o Encontro dos Povos da Amazônia – que contou com a participação de comunidades indígenas e quilombolas, ribeirinhos e ativistas de diversos lugares do Brasil e do mundo. Muitas ideias, práticas e opiniões foram compartilhadas a respeito dos reflexos da Usina de Belo Monte na vida de todos, assim como estratégias foram discutidas a fim de parar a construção desta usina.

Um destes grupos era o dos guerreiros mundurukus, oriundos do rio Tapajós, que mesmo não sendo atingidos diretamente pela construção da Usina de Belo Monte, caminharam dois dias e uma noite para participar do encontro, se solidarizando com a causa que é comum a muitas comunidades indígenas, e demonstrando assim toda sua indignação para com a maneira como a natureza, especialmente os rios, têm sido ostensivamente mercantilizados. Enquanto isso seis hidrelétricas estão sendo planejadas no Rio Tapajós, o que talvez explique a intensidade de suas ações. 
O que nós podemos aprender com isso? Tal demonstração de força nos leva a crer na necessidade de apoio mútuo – de uma mobilização maior; a ausência de diálogo, reflexo da infinidade de labirintos burocráticos que caracterizam nosso sistema de organização social desempoderando-nos, mina o poder de influência sobre as decisões políticas que afetam nossas vidas; a presença e ação dos Mundurukus, revela-nos a interdependência de uma luta que não é somente das comunidades afetadas, mas sim de todos nós – a Usina de Belo Monte e a Usina de Tapajós não são processos isolados, mas sim sintomas de uma política de desenvolvimento que nos mantém no papel de colonizados, exportando energia bruta; a urgência de tais ações nos tira do imobilismo e mostra a necessidade de atitudes mais contundentes. Belo Monte já é um problema real e Altamira é um reflexo disto.

Inspirados por toda esta força, ocupamos a praça da Trindade. Nós, membros dos Ocupas Belém, Sampa e São Luís, com muita indignação, retomamos o espaço público a fim de se contrapor não só à posição do Brasil na atual economia globalizada, mas também a própria lógica do capitalismo global. Entendemos que a prática de construção de barragens nos rios da Amazônia não é do interesse da população, mas sim das empreiteiras, dos políticos bancados por elas e dos grandes produtores de capital interessados na produção de energia barata, que desconsideram, ao contrário do que nos dizem, os custos socioambientais. Sabemos que é necessária a integração de esforços de todos para isso – saudamos e nos inspiramos pela iniciativa da Ocupa dos Povos, no Rio, que também busca ser um ponto de questionamento conjunto.

Quem se preocupa ocupa! Esta praça também é sua, estes rios são de todos nós. Venha compartilhar, construir, trocar experiências! Seja em praças, ruas e rios, ocupar é preciso! Do dia 19 ao dia 21, a Praça da Trindade é a Praça Xingu!

OYEPÊ-GUAÇU, todos juntos num só corpo.

Informações também pelo facebook: http://www.facebook.com/events/372448686155741/

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

ocupas xingu

ocupas xingu

Deixe um comentário

20 de junho de 2012 · 11:46 AM

Ocupação das ensecadeiras

Na madrugada dessa sexta-feira, aproximadamente a partir das 4h, cerca de 200 pessoas se reuniram em um dos canteiros de obras da Usina de Belo Monte para um ato simbólico contra a construção.

A ação confirmou a programação do Xingu +23 que nesse dia pretendia agir de forma mais direta contra a obra. A ocupação se dá em uma das ensecadeiras da obra – lugar no qual há a contenção das águas para viabilizar a construção das barragens.

Foram plantadas 500 mudas de açaí e um acampamento está sendo montado no local.

As informações são do fotógrafo em campo Thiago Araújo, com auxílio da jornalista Raphaela de Oliveira.

Até agora ainda não conseguimos contato com as pessoas que saíram de Belém para o encontro.

Informações expressas no twitter: http://www.twitter.com/ocupaxingu

Image

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Notícias sobre o 2º dia de encontro

O jornal Resistência, da Secretária Paraense de Defesa dos Direitos Humanos e o site do Movimento Xingu Vivo Para Sempre publicaram matérias e fotos sobre o segundo dia do encontro.

Jornal Resistência: http://jornalresistenciaonline.blogspot.com.ar/2012/06/santo-antonio-contra-o-fato-consumado.html

Site do MXVPS: http://www.xinguvivo.org.br/2012/06/14/xingu-23-14-06-um-dia-de-depoimentos/

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Relato do primeiro dia do Xingu+23 !

(de Acampa Sampa Ocupa Sampa)

Xingu+23 – Direto de Altamira (Pará – 13/06, às 12h)
———————————————
Hoje pela manhã um grupo de agricultores fechou a rodovia transamazônica (no trecho entre a comunidade de Santo Antônio e a cidade de Altamira), protestando contra o descaso da Norte Energia com as famílias que vivem nas imediações do Km 27 e que serão afetadas pela construção da Usina.
Apesar de não ter relação direta com o Xingu+23, passamos por lá na vinda para a cidade, acompanhados de um grupo de índios Mundurukus, e fizemos esse trecho a pé, passando pelo bloqueio feito pelas famílias de agricultores. No local, centenas de trabalhadores do Consórcio Construtor de Belo Monte acompanhavam a situação e, tão logo chegamos, alguns deles com rádio-comunicadores e jeitão de leão-de-chácara ficaram se conversando intensamente pelo rádio (e em voz alta) pra descobrir quem éramos.
A política da intimidação por aqui é uma realidade bem evidente: anteontem à noite já “apareceu” um grupamento pequeno da Polícia Militar do Pará numa antiga casa desativada lá na comunidade do Sto Antônio (onde estamos acampados), teoricamente para fazer a “proteção da festa”. À noite a movimentação de caminhões é intensa (e barulhenta) e é comum ver caminhonetes enormes insufilmadas passando e nos observando. Hoje acordamos às 6h da manhã com o barulho assustador de uma explosão: todos os dias são pelo menos quatro (no início e no fim do dia), feitas na pedreira da obra que é bem próxima.
O Encontro começa hoje, tentaremos relatar aqui e no blog o máximo que conseguirmos, mas a cobertura de celular que tínhamos vinha de uma torre da Oi instalada no canteiro de obras, e que desde ontem à noite deixou de funcionar.
Seguimos resistindo e construindo.

4 Comentários

Arquivado em News

Programação do Xingu+23 !

Dia 13 | QUA
10h Recepção e credenciamento
12h Almoço
16h Abertura
17h Celebração
19h Jantar
20h30 Arraial e levantamento do mastro de Santo Antônio

Dia 14 | QUI
7h Café-da-manhã
9h Debate: Como o capital tem ocupado a Amazônia
10h Grupos de discussão e socialização
12h Almoço
14h Debate: Luta e resistência na Transamazônica
16h Oficinas
19h Jantar
20h30 Noite cultural

Dia 15 | SEX
6h Café-da-manhã
7h Saída para Altamira
8h Concentração para marcha
14h Retorno à vila Santo Antônio
16h Oficinas
19h Janta
20h30 Lançamento do filme “Belo Monte – anúncio de uma guerra”

Dia 16 | SAB
7h Café-da-manhã
9h Torneio de Futebol da Volta Grande e reconstrução simbólica da Vila Santo Antônio
12h Almoço
14h Plenária final
19h Jantar
20h30 Festa dançante

Dia 17 | DOM
7h Café-da-manhã
9h Encerramento e derrubagem do mastro de Santo Antônio

 

#Xingu23

Deixe um comentário

Arquivado em News